» Sobre a Conferência
Español English Português

A produção e uso de drogas são fenômenos plurais, com múltiplas manifestações, de acordo com o momento histórico, a cultura, o modelo econômico, a situação de um país, os vários significados que são atribuídos pelos indivíduos e as diferenças entre as substâncias. No entanto, insistem em homogenizar a “droga”, como se fosse um fenômeno único, atemporal e ahistórico.

Nos últimos cem anos, este tema tem sido tratado como uma “questão social”, os diferentes atores -incluindo o estado- tem contribuído para a sua construção como um problema social.

As políticas de controle das drogas expressam tensões, contradições e conflitos sobre a forma de regular a sua produção e consumo. Sobre essa esfera, os debates locais e internacionais são desenvolvidos.

No contexto da América Latina de enorme desigualdade social, de grande disparidade de renda e pobreza, esses debates não podem escapar do impacto das políticas de controle têm produzido na região: o isolamento social, desproporcionado reclusão de usuários de drogas, violência social e violação dos direitos humanos básicos.

Inaugurado em 2003, a Conferência sobre Política de Drogas tem por objetivo ser uma plataforma de discussão e elaboração de propostas superadoras.